Descrição de chapéu Consumo 4.0

Saiba o que vendem lojas recém-chegadas aos shoppings de São Paulo

Até julho, foram inaugurados mais de 300 pontos em centros comerciais

Brenda Zacharias
São Paulo

Marcas nacionais recém-criadas, grifes de luxo internacionais e gigantes chinesas de tecnologia elegeram os shoppings da capital paulista para expandir suas vendas. Até o mês de julho, foram inauguradas mais de 300 lojas em centros comerciais de São Paulo, de acordo com apuração da reportagem.

Usar a cidade como termômetro do mercado nacional foi a justificativa da Huawei para voltar ao Brasil. Fora do país desde 2015, a multinacional abriu quiosques neste ano, nos shoppings Morumbi e Eldorado, e em outros estados. A empresa também anunciou a construção de uma fábrica voltada para smartphones em São Paulo.

Outra chinesa, a Xiaomi abriu loja própria no shopping Ibirapuera depois de ter saído do país em 2016. Nela, além dos celulares, há também patinetes e robôs de limpeza.

A estreante Power Slimes, especializada na geleca que virou febre entre a criançada, inaugurou três lojas, nos shoppings Morumbi Town, Anália Franco e Center Norte. A marca foi criada pela youtuber mirim Laís Gomes, 13, e sua mãe, Andrea Gomes, comanda os negócios. 

Já a Anselmi, uma malharia tradicional do Rio Grande do Sul, vende peças de lã e algodão desde 1981, mas só agora resolveu expandir para fora do estado. Sua primeira loja em São Paulo, inaugurada em julho, fica no JK Iguatemi.

No segmento de alto luxo, a grife francesa Balmain abriu no shopping Cidade Jardim sua primeira loja na América Latina. No espaço, são encontrados acessórios e a coleção feminina de “ready-to-wear’.

O grupo Via Veneto, de moda masculina, lançou outra marca, em operação desde abril no shopping Jardim Sul. O carro-chefe da Loft Life Style é o estilo casual e urbano.

Os óculos da grife Aloha Wood, antes disponíveis apenas online, ganharam um espaço físico no shopping Parque da Cidade. As armações de madeira são feitas à mão e têm certificação de uso consciente.

A perfumaria Phebo, que vai completar 90 anos em 2020, investe agora em lojas-conceito. A primeira na capital foi instalada no shopping Pátio Higienópolis, onde, além de comprar produtos da linha, é possível customizar frascos com o nome do cliente. 

Tópicos

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.