Friboi é citada por 34% dos paulistanos como a melhor carne bovina

Marca lidera pesquisa Datafolha pela quarta vez consecutiva

Débora Yuri
São Paulo

Sem o rei Roberto Carlos, sem o galã da meia-idade Tony Ramos e sem consumidores de bolso cheio, a processadora de carne com mais prestígio entre os paulistanos vai tocando em frente.

E vai tocando bem. Apesar da recente presença no noticiário político, com delações premiadas de seus principais executivos, a JBS teve receita líquida de R$ 27,6 bilhões no ano passado —o valor engloba a Friboi e unidades de negócios da companhia na América do Sul.

Na pesquisa Datafolha, a empresa que nasceu como açougue em 1953, na interiorana Anápolis (GO), alcançou sua quarta vitória consecutiva. A marca foi citada por 34% dos entrevistados.

Segundo Renato Costa, presidente da Friboi, a capital paulista é um dos principais mercados das linhas premium, como a 1953 e a Swift Black, e dos produtos Maturatta, voltados aos churrascos. Também se destaca nas soluções para o setor de food service.

No primeiro semestre, a marca lançou o selo “A carne mais vendida do Brasil”, chancelado pela Nielsen, e uma linha de espetinhos bovinos montados artesanalmente, prontos para assar ou grelhar.

Como a busca pela praticidade é uma tendência, novos cortes ideais para  o churras chegarão a supermercados e butiques de carne: steaks de chorizo e de bife ancho.

Tópicos

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.